Campanha Outubro Rosa | TheBridge Global | Blog

Outubro Rosa: Conscientização e Luta contra o Câncer de Mama

| 2 Comentários


Descubra como surgiu e qual é o objetivo da campanha.

A luta contra o câncer de mama, listado como o mais comum entre as mulheres, ganha destaque a partir de hoje em todo o mundo. De hoje até o fim do mês, começa a campanha Outubro Rosa. Todas as marcas ou pessoas com uma fitinha rosa que você vir pelas ruas durante este mês estão participando da campanha.

Tudo começou em outubro de 1983, quando uma corrida de cinco quilômetros pelas ruas de Dallas, EUA, atraiu 800 pessoas para arrecadar fundos e chamar atenção para a doença. A promessa de levar mais mulheres a conhecer e combater o câncer de mama foi de Nancy Brinker, que havia visto, três anos antes, a irmã Susan morrer aos 36 anos. Desde então, a Fundação Susan G. Komen For the Cure tem inspirado a mobilização em diversos países. Acessórios e laços cor de rosa viraram símbolo da campanha pelo mundo.

A mobilização que teve início nos EUA há mais de 30 anos ganhou forças e espalhou como uma corrente do bem no mundo todo. No Brasil, a campanha ganhou mais espaço nos últimos sete anos.

Através da campanha Outubro Rosa, a doença é vista de outra maneira. O intuito é chamar atenção do público feminino sobre o câncer de mama, consciência essa que não pode ficar restrita apenas a este período. O autoexame e consultas médicas em intervalos mais curtos ampliam o diagnóstico precoce, essencial para o tratamento adequado da doença. Também é aconselhado que as mulheres aproveitem para agendar o exame de Papanicolau, para o diagnóstico de câncer de colo do útero.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo. Mais comum entre as mulheres, ele responde por 22% dos casos novos a cada ano.

Embora a hereditariedade seja responsável por apenas 10% do total de casos, mulheres com história familiar de câncer de mama, especialmente se uma ou mais parentes de primeiro grau, apresentam maior risco de desenvolver a doença. Esse grupo deve ser acompanhado por médico a partir dos 35 anos.

A TheBridge apoia mais uma vez esta campanha, tão importante e necessária, que amplia a importância sobre a prevenção do câncer de mama. E  você?

* Com informações do Instituto Nacional do Câncer – www.inca.gov.br.