Administração Tributária em campanha no Sumbe | TheBridge Global | Blog

Administração Tributária em campanha no Sumbe

| 0 comentários

 

A campanha de três dias promovida pela Administração Geral Tributária (AGT) nas cidades de Porto Amboim e Gabela para ensinar os alunos do I e II ciclo a pagarem impostos, terminou ontem, no Sumbe.

O técnico da AGT, Alano Cikato, declarou no lançamento da campanha do Sumbe, na quarta-feira, que a iniciativa de carácter nacional persegue três metas, a primeira das quais consiste em educar os alunos na cultura da cidadania fiscal.

A campanha é realizada através de palestras com apoio de material didáctico e de um filme pedagógico, numa tele-aula que explica o que é um imposto, tipos das contribuições, políticas de arrecadação e os prejuízos da fuga ao seu pagamento, explicou Alano Cikato, que acrescentou que a outra meta está ligada à sensibilização dos agentes económicos que, com a sua actividade, adquirem recursos financeiros que devem ser tributados.

O director provincial da Educação, Francisco Júnior, considerou no lançamento da campanha do Sumbe que o ensino de matérias sobre o pagamento de impostos é importante porque vai munir os alunos de conhecimentos que os vão ajudar a entender a necessidade de cumprirem os seus deveres fiscais. Francisco Júnior afirmou ser significativo que se compreenda enquanto se é estudante que o pagamento de impostos ajuda a construir escolas, a pagar a merenda escolar, construir hospitais, centros de saúde, postos médicos e universidades.

Esse conhecimento vai permitir que os alunos, depois de adultos, exerçam os seus direitos e deveres cívicos, políticos e sociais com maior responsabilidade e de acordo com o estabelecido na Constituição da República. “A mudança na maneira de pensar dos presentes na palestra vai contribuir para  o objectivo do Executivo, a melhoria das condições de vida das populações e a sua influência no desenvolvimento socioeconómico do país”, disse Francisco Júnior.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.

*