Evento Fale Sem Medo, promovido pelo Instituto Avon | TheBridge Global | Blog

Evento Fale Sem Medo, promovido pelo Instituto Avon, mostra mais uma vez a importância de conversar sobre violência doméstica.

| 0 comentários

4ª edição do Fórum trouxe dados sobre o papel do homem na desconstrução do machismo.

Nossa equipe esteve em mais uma edição do Fórum de discussão de violência doméstica Fale Sem Medo, do Instituto Avon. O evento, que este ano aconteceu no Masp (Museu de Arte de São Paulo), teve o propósito de promover o engajamento da sociedade em favor da causa pelo fim da violência contra a mulher.

Em sua 4ª edição, o evento reuniu especialistas, ativistas e a sociedade para uma discussão aberta sobre os temas que envolvem o enfrentamento à violência contra a mulher. Também contou com artistas, músicos e mais de 1.000 convidados.

Os destaques foram as palestras internacionais de Michael Kaufman, Senior Fellow do Instituto Promundo, cofundador da organização “Laço Branco” (White Ribbon – Canadá) e pesquisador especializado em equidade de gênero; e de Lebo Ramafoko, CEO do Soul City Institute for Health Communication, premiada organização sul-africana com sólida experiência na promoção de transformações sociais e no enfrentamento da violência contra a mulher.

Na sala central de palestras, diversos outros painéis fizeram parte da programação, e aconteceram simultaneamente em mais dois auditórios do Masp, contando com personalidades como a jornalista e cineasta Marina Person, que mediou os debates, e a artista plástica Dona Jacira, que emocionou a todos e arrancou aplausos da plateia. Também estiveram presentes a atriz e diretora Roberta Estrela D’Alva, a cantora Paula Lima, a poeta Mel Duarte, a apresentadora Adriana Couto, entre outros.

Em pauta, questões como paternidade e desconstrução da masculinidade violenta, a educação e alternativas para a formação de homens não violentos, além de experiências inovadoras no enfrentamento da violência contra a mulher, com foco no empoderamento feminino.

Durante o Fórum, foi lançada a pesquisa “O papel do homem na desconstrução do machismo”, realizada pelo Instituto Avon em parceria com o Instituto de Pesquisa Locomotiva. A pesquisa ouviu 1.800 homens e mulheres presencialmente, em 70 municípios do país, e revelou que 6 em cada 10 homens acham que poderiam melhorar sua postura em relação às mulheres. 31% dos homens disseram que gostariam de não ser machistas, mas não sabem bem como agir.

Ainda segundo o estudo, 88% das pessoas acreditam que existe desigualdade entre homens e mulheres na sociedade, e 80% concordam que as mulheres negras sofrem ainda mais preconceito que as brancas.

O evento mostrou mais uma vez como é importante debater o tema para melhorar a sociedade em prol de todos, sem exceção.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.

*